O que aconteceu ontem não deve te impedir de prosseguir hoje

O que aconteceu ontem não deve te impedir de prosseguir hoje

Não deixe que aquilo que aconteceu ontem represente uma barreira severa para aquilo que você pretende fazer hoje. Deixe ir o pensamento negativo relacionado com algo que tenha ocorrido no passado recente.

A nossa mente tem a capacidade de nos pregar essa peça horrível, que é pensar seguidamente e insistentemente nos erros e nos reveses do passado.

Libere-se dessa armadilha. Deixe o seu pensamento mais livre para decidir e agir naquilo que repercute no seu futuro, ou seja, aquilo que você está por fazer agora mesmo.

Uma oportunidade perdida ontem não te impede de tentar novamente hoje, com mais experiência.

O futuro:

O futuro não está definido e nem está escrito ainda – não deixe que algumas dificuldades do passado se acumulem na porta do seu futuro.

Levante o seu ânimo e faça o que tem que ser feito – para o seu bem.

Os erros do passado já cumpriram o seu papel, que é te ensinar como lidar com as situações do futuro. Não deixe que eles fiquem te infernizando, justo agora quando novas oportunidades começam a brotar.

O futuro é melhor que qualquer passado, gosto de repetir as palavras de Pasolini.

Não fique imobilizado, questionando as oportunidades e duvidando da própria capacidade.

Acredite em si mesmo e siga adiante.

Sei que as coisas podem parecer difíceis, mas respire fundo, tome bastante ar e coragem e enfrente o que há para ser enfrentado.

As dificuldades tornam mais gloriosas as vitórias. O jovem pássaro que espera pela plunagem que demora a crescer e enquanto isso experimenta algumas quedas do ninho, não desanima nem um momento, pois sabe que as circunstâncias podem mudar e a sua capacidade vai melhorar.

O mesmo ocorre com o bebê que cai e se levanta centenas de vezes até adquirir a firmeza para os primeiros passos – a partir daí, ele aprende que pode ir muito longe.

Não desista tão fácil dos seus projetos. Ouse sonhar e persiga diligentemente os seus sonhos.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta