O poder da responsabilidade

É impressionante como as coisas mudam quando assumimos a responsabilidade.

Enquanto conduzimos nossas atividades como coadjuvantes, nem assumimos como nossas as próprias ações nem os resultados.

Por outro lado, quando nos colocamos como protagonistas, atores principais, tudo muda de figura, pois nos sentimos senhores dos próprios atos e responsáveis pelos resultados.

Assim acontece na nossa vida. Ao deixarmos a vida à deriva, como se não fosse com a gente, os resultados não acontecem, não realizamos nada e invariavelmente seguimos desanimados, desmotivados.

Responsabilidade:

A responsabilidade tem o poder de engajar qualquer pessoa em qualquer iniciativa. Experimente dar a responsabilidade a alguém e você vai ver como a atitude se modifica.

Todos nós queremos ser donos das nossas ações. Afinal, não queremos ser eternas marionetes dos outros. Queremos o papel principal, responsável, atuante e donos das situações.

Você pode mudar uma situação, pode influir no resultado e pode ajudar uma pessoa a mudar sua vida.

A responsabilidade é um compromisso e não uma carga. Temos que assumir sem reclamar.

Quanto mais responsabilidades assumimos, mais controle temos daquilo que nos afeta. Não deixamos o nosso barco sem piloto, a vida à deriva.

Quando não assumimos o que está ao nosso alcance, facilmente nos fazemos de vitima, e ficamos reclamando de tudo e de todos.

Estar engajado, em ação, em movimento, é o que caracteriza a pessoa que assume a própria vida como a tarefa mais importante.

Viver é importante, e viver consciente e atuante é o que faz valer a pena. A vida tem que fazer sentido, não podemos nos deixar levar.

As virtudes e forças que temos dentro de si, ali estão para serem nutridas, exercitadas, num ato de responsabilidade com o próprio crescimento pessoal.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked