O paraíso é aqui.

Há um ditado que ouvia minha mãe dizer que o paraíso é onde você mora. Quer dizer que você deve aproveitar aquilo que tem ao seu alcance, no seu lugar, valorizando e aprendendo a gostar de cada coisa que te cerca.

Hoje, passei o dia percorrendo alguns caminhos que minha mãe percorria e adorava nos últimos vinte anos de sua vida.

Entendi, e percebi no ar aquilo que ela chamou de paraíso. O cheiro do mato, o canto dos pássaros, as matizes das flores – cada planta, sua origem e seu valor terapêutico.

Aproveitei para retirar três brotos da ameixeira, que na última florada nos brindou com fotografias dignas de cartão postal.

Com a assessoria do meu tio, fizemos três mudas, que quando adultas, daqui a vinte cinco anos, serão frondosas como esta que as gerou.

Tantas vezes pisei neste solo, e apenas hoje, ao coletar terra para o plantio das mudas, me dei conta da qualidade, do cheiro e da cor.

Acho que vou olhar com mais atenção cada detalhe de onde hoje moro, com apreciação, com satisfação.

O paraíso é aqui, e onde você morar – se você tiver a disposição para lá ser feliz. Isso ficou mais forte hoje, ao sentir no ar, no lugar e nos meus sentimentos, a lição que recebi.

Beco

2 Comentários

Eli Lima

about 7 anos ago

Como diz Caetano: " O melhor lugar do mundo é aqui e agora." Essa época seca em Brasília, traz uma variedade de cores (vermelho, laranja, amarelo, marrom...) que me encanta. Vou para chácara e curto o cerrado e o por do Sol que a névoa seca deixa ainda mais belo... Isso só acontece aqui e agora. Eu vejo. Eu sinto. Obrigada pela contribuição. Fique bem,

Responder

Joelson Vellozo Jr.

about 7 anos ago

Já ouvi por aí: "The happiest of people don't necessarily have the best of everything, they just make the most of everything that comes along their way." Obrigado pela mensagem tão tocante, oportuna e valiosa. De fato tratar com "gentileza" a realidade que vivemos todos os dias é algo a que boa parte de nós -- inclusive quem vos escreve -- não está acostumada. Aliás, diante de tanto desvio de atenção a que estamos sujeitos, difícil dizer que de fato "vivemos" nossa realidade. Falta-nos presença. Falta-nos encarar o presente como um "presente", não é verdade? :o) Forte abraço, Beco! Que esta mensagem lhe encontre bem, em plena paz de espírito!

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta