O mundo não é justo – mas mesmo assim é bom

O mundo não é justo – mas mesmo assim é bom

O mundo pode não ser justo, mas ainda vale a pena viver, usufruindo com alegria tudo que nos é presenteado.

As dificuldades são muitas, eu sei, mas não se faça de vítima. Não faça cara de coitado.

A coisa acontece, e é preciso ter tranqüilidade para lidar com resultados indesejáveis, fracassos, golpe baixo e tudo o mais.

Coisas ruins acontecem com pessoas boas, honestas e dedicadas também.

É preciso agir:

Algumas coisas você tira de letra e outras dão mais trabalho. Aprenda a lidar com isso.

A maneira como você percebe as coisas, e a maneira como isso te impacta internamente faz toda a diferença.

Uma boa recomendação é reagir adequadamente e não fazer um cavalo de batalha em tudo que dá errado.

Nem tudo é tão grave quanto parece – tenha calma.

Tenha um pouco de senso de humor, mesmo quando a coisa pega.

Os incidentes às vezes acontecem sem qualquer razão. Não tem nada a ver com você – não tem o objetivo específico de te penalizar e te castigar.

Isso poderia acontecer com qualquer pessoa, e por acaso ocorreu de ser você naquele momento, naquele lugar.

Tire da sua atitude aquela explicação pessimista – eu mereço – tinha que ser comigo – sou mesmo azarado – eu sabia que ia dar M.

Às vezes acontece por acaso. E mais, lembre-se que problemas têm soluções, e obstáculos são contornáveis.

Não deixe a negatividade tomar conta, e enfrente a vida de cabeça erguida.

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta