O meu amigo é mais feliz que eu.

Não entendo porque os outros são tão felizes.

O que eles têm que eu não tenho?

Quando a coisa fica desta maneira, vale a recomendação do Dr. Drauzio Varella – a porta do lado pode ser uma boa entrada ou uma boa saída. 

Não deixe a vida se contaminar por pequenas coisas e pequenos problemas.

Todos têm problemas assim como você.

Eles apenas escolheram ser felizes a despeito dos problemas.

Você não é o último biscoito do pacote.

Se livre da síndrome do perseguido.

Muitos problemas são facilmente solúveis – contornáveis, encare desta maneira.

Como disse o Dr.Varella, 24 horas é muito pouco tempo para fazer tudo que tenho que fazer, não devo perder tempo me aborrecendo com pequenas coisas.

Não estamos na luta pela sobrevivência – não somos mais os homens das cavernas.

Não temos que brigar por tudo, no trânsito, no supermercado, no trabalho e no convívio familiar.

A competição é desnecessária em muitas situações. Chegar um minuto antes no caixa do supermercado não vai te fazer um vencedor, assim como estar logo atrás de você, tampouco faz daquele indivíduo um perdedor.

Preste atenção nas pessoas felizes, é possível aprender um bocado com elas.

O blog life optimizer relaciona 17 segredos das pessoas felizes. 

Escolhi 5 deles para comentar:

1-Desenvolva múltiplas paixões – se apaixone por um montão de pessoas e coisas.

2-Tenha um propósito na vida – procure o que faz sentido para você.

3-Comece por onde você está e com o que você tem.

4-Destile suas ambições – onde as ambições terminam, a felicidade começa.

5-Faça outras pessoas felizes – a felicidade é como um perfume que você sempre é respingado quando joga nos outros.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta