O ego no controle.

O ego no controle pode ser uma barreira para a felicidade.

Quando estamos controlados pelo ego, não conseguimos modular a nossa reação a diferentes situações.

Adquirir o controle do ego, que era necessário para o homem ancestral, nos dias de hoje, no nível excessivo, se tornou uma carga inadequada.

Quando isso acontece, o controle da afeição também é descalibrada e o comportamento pode se comprometer pela arrogância, rigidez e individualismo.

E quando a crise aparece, a vida pode se tornar difícil, pois as reações são inadequadas e a capacidade para lidar com dificuldades está comprometida.

Quando o ego está no controle, tendemos a antagonizar e a demonizar o problema, ao passo que nos colocamos sempre como vítima.

Quando readquirimos a serenidade e colocamos o ego de férias, podemos abrir as portas para uma condução pela alma, pelo espírito.

Sabendo que não estamos sós, e cientes da nossa própria capacidade, e uma consciência mais plena da situação, podemos aprender, crescer, e sair fortalecido da crise.

Algumas recomendações:

1-Exercite a humildade, que é o atributo mais elevado do homem, e é a posição de onde ele pode enxergar as coisas com mais clareza. Já comentei isso em uma postagem anterior sobre a humildade.

2-Entenda que o ego é inimigo dos relacionamentos, ele bloqueia e distorce a percepção que temos uns dos outros.

3-Se segurar no orgulho é como se pendurar num pau de sebo.

4-Se livre dos pensamentos negativos e da ruminação.

5-Aprenda a ouvir mais.

6-Fique atento para a sua linguagem corporal. Não raro dizemos uma coisa, mas a linguagem corporal diz outra.

7-Melhore as sua interação com outras pessoas.

8-Equilibre a autoconfiança Vs. arrogância.

9-Faça um controle mais sutil da sua mente. A mente é a mãe do ego.

10-Pratique a meditação e busque a serenidade.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta