O desejo.

O que acontece com aquilo que desejo?

Quando estiver desejando alguma coisa, se pergunte:

O que está faltando na minha vida?

O que estou desejando, é o que está faltando?

Quais atributos essenciais contém aquilo que estou desejando?

Reflexão:

Estas perguntas podem te levar a uma boa reflexão sobre os seus desejos.

A realização dos desejos pode aumentar a nossa felicidade, mas isso pode ser também uma ilusão, especialmente quando desejamos algo puramente material.

Há sempre uma discussão entre o desejo e a aspiração.

Eu particularmente acho que desejamos e aspiramos, e não damos muita importância ao significado das palavras.

O desejo tem a ver com as coisas externas, ao passo que a aspiração tem a ver com o nosso ser interno, especialmente o espiritual.

Mas o desejo pode ser algo além daquilo que podemos encontrar logo ali na esquina. Além do palpável, do material.

Este anseio pode ser canalizado para coisas efetivamente boas e nobres, mesmo que externas.

O desejo pode estar ligado à realização de algo importante para si mesmo, vencer uma etapa importante da vida, a graduação, o bom emprego, o casamento, os filhos.

Coisas materiais:

A aspiração, no sentido direto da palavra, pode também ser desviada para galgar o status social, muito dinheiro e muito luxo.

É fato que o desejo e a aspiração nos mantém alavancados para o futuro e a realização. Mas não devemos nos iludir com realizações materiais, pois proporcionam uma sensação boa e uma alegria temporária.

Eu sempre reconheci nos meus pais o desejo de que tivessem cursado a universidade, o que não foi possível.

Para mim, tal realização representou uma evolução no crescimento pessoal, muito além da vantagem profissional para galgar um estágio social ou econômico.

E eu sempre ressenti que meus pais não tivessem aberto essa janela nas suas vidas.

Importante, seja o desejo ou aspiração, que tenham um verdadeiro significado para você.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta