O caos familiar.

Estamos sujeitos a enfrentar o caos familiar, por mais que tenhamos nos empenhado, as coisas podem virar do avesso.

Isso pode acontecer por muitos motivos, uma separação, dependência química, alcoolismo, desemprego, ciúme doentio, delinquência e outros tantos fenômenos que podem ameaçar o convívio saudável.

Você deve ter em conta que nada é definitivo, e sempre é possível fazer alguma coisa.

No entanto, não assuma para si toda a responsabilidade – você não é a super-mulher.

Responsabilidade:

Deixe que cada um assuma a responsabilidade que lhe cabe. Quando entramos em crise familiar, a causalidade é sempre complexa, e temos que compartilhar a responsabilidade.

Para cada dificuldade, tem um jeito mais adequado de abordar, e chamar os familiares para atuarem juntos, pode ser a melhor coisa a fazer, como é o caso de dívidas e descontrole financeiro.

Afaste a névoa da culpa e você vai enxergar melhor o caminho a seguir, as decisões a tomar. Quando saímos culpando todo mundo, ou quando nos culpamos desmesuradamente, perdemos o foco das soluções. Não devemos olhar onde caímos, mas sim onde tropeçamos.

Algum membro da família pode ter o hábito de fugir da responsabilidade, deixar o trabalho duro para os outros e arrumar uma desculpa para os próprios erros e deslizes. Há que se estabelecer limites. Nenhum relacionamento pessoal resiste sem a definição de limites.

Rota de colisão:

Quando entramos em rota de colisão, temos que parar, dar um passo atrás, e trazer a luz para iluminar essa escuridão.

Não podemos caminhar de olhos vendados, e às vezes, parece que estamos fazendo exatamente isto.

Temos que reconhecer que somos humanos e podemos errar, mas também somos inteligentes e podemos evitar o erro pela segunda vez.

A dor pode ser inevitável, mas o sofrimento é opcional. Reconheça o desconforto, e alivie o seu sofrimento, partindo para a ação, buscando a solução.

Não faça corpo mole, pois pode estar perpetuando o sofrimento.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta