O bom é aceitável.

Aceite o bom.

Ninguém é perfeito.

Esperar a perfeição é uma fonte de frustração.

Aprenda a não criar expectativas de um mundo perfeito e aprecie aquilo que já é bom, aquilo que já deu certo.

Buscar padrões elevados de vida, querer desempenhos superiores em tudo que vivemos é normal, enfim, é a receita de pessoas vencedoras, mas há uma diferença fundamental entre desejar a perfeição e esperar a perfeição.

A última está intimamente ligada ao perfeccionismo. O mundo não é perfeito e nós não somos perfeitos e esperar a perfeição em tudo é uma receita infalível para a frustração.

O mundo da propaganda vende uma imagem perfeita associada aos produtos e serviços. Querem vender os produtos, mas incute um pensamento que incita a busca da perfeição, o que nos leva à frustração em tudo que vivemos, o emprego, as finanças, e até a aparência física.

De repente, o mundo aceitável se tornou inaceitável, e com isso, nos tornamos pessoas amargas, recusamos os elogios, pois julgamos pouco merecedores – não atingimos a perfeição que tanto almejamos.

O mundo do perfeccionismo é também o mundo da culpa. Nos culpamos pela perfeição que ainda não atingimos e culpamos os outros pela perfeição que idealizamos para eles, e que também não atingiram.

Pratique uma gratidão positiva, e dê graças pelo que já atingiu, pelo que não está errado.

Veja o que você anda dizendo a si mesma. Tome nota para analisar melhor e dê fim em tudo que contenha pensamentos negativos.

Cultive a tranqüilidade e a aceitação do que é bom.

Desafie os pensamentos automáticos da crítica excessiva.

Seja justa consigo própria.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked