O amor é a maior benção.

O amor é uma benção e temos que reconhecer. Não perca nenhuma chance de demonstrar o amor que você sente pelas pessoas.

No ambiente familiar, crie espaços e momentos onde o relacionamento é valorizado. Troque carinhos, demonstre seus sentimentos.

Sabemos o quanto é difícil competir com tanto Facebook e tanta internet, mas vale à pena investir.

O mesmo vale para os adultos. O tempo do Shopping e as partidas de futebol têm que abrir espaço para momentos de qualidade em família.

Demonstre amor:

O amor é a maior benção, e ele tem que ser demonstrado.

Se conecte com as pessoas literalmente e não apenas digitalmente. Procure encontrar as pessoas de fato. Toque as pessoas, no físico e no coração.

Parece óbvio que o amor conduz à felicidade, mas muita gente acaba associando o amor a decepções, traições, rompimentos e desilusões.

Há que se aceitar o caminho de cada um, mesmo nas rupturas.

O limite de cada um tem que ser respeitado enquanto estão juntos.

O amor pode existir, mesmo que não haja mais relacionamento.

Aceitação:

Aceitar o outro como ele é, e aceitar que outro seja feliz é fundamental.

Se queremos receber, temos também que dar.

O amor é também por tudo aquilo que nos cerca, pela abundância do mundo.

O amor deve estar naquilo que fazemos, nas empreitadas que nos entregamos de coração.

Está nos momentos mágicos que compartilhamos, na generosidade e na compaixão que nos contagia quando presenciamos as experiências difíceis de outras pessoas.

O amor pode estar em todo lugar, se assim você o desejar.

É preciso descobrir, mas antes de tudo é preciso querer descobrir.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta