Não tente ser o que já é.

Somos todos como peças de um imenso quebra cabeças, daqueles com zilhões de peças, cada uma diferente da outra.

Cada uma é perfeita para a posição a ela destinada.

Não dá pra encaixar uma peça no lugar da outra.

Se forçar, vai estragar a peça e vai quebrar o equilíbrio, a harmonia e a beleza do grande mosaico.

Se aceite como você é. Não adote uma atitude de buscar a perfeição. É uma tarefa impossível e inútil. Tampouco fique corrigindo os outros e julgando a todo o momento, como se coubesse a você torná-los perfeitos.

A infelicidade está em comparar a sua perfeição com a perfeição de outra pessoa.

O erro está em querer mudar a si próprio sem sequer saber quem você é.

O segredo então, é aceitar a sua perfeição, aceitar a si próprio e assim pavimentar o caminho para a paz e a felicidade.

A renovação e o crescimento passa pela condição inicial de se aceitar a si próprio, e a vida se constrói de maneira harmoniosa porque você sabe exatamente quem você é.

Cada etapa e cada evento que transcorre na sua vida, se encaixa perfeitamente – lembrando a metáfora do quebra cabeças – assim como cada peça sabe o seu lugar, você sabe exatamente o quem você é.

Se as coisas não estão se encaixando, mude os seus pensamentos, mude a sua atitude e vai ver as coisas se encaixando perfeitamente.

Viver buscando a perfeição é um erro.

Somos perfeitos, no sentido da criação divina, quando percebemos quem já somos, e aceitamos isso.

Não importa o que você faça na sua vida, o seu espaço no quebra cabeças está garantido.

Não negue as suas experiências.                          

Não negue a sua vida e a sua existência.

Seja o que você já é.

Beco

1 Comentário

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta