Não tenha medo de ser feliz.

Deixe este momento sublime tomar conta das suas emoções.

Permita que o medo dê lugar à coragem para sobrepor às adversidades.

O momento pode ser difícil, mas vai passar.

Busque a serenidade para que esteja em plenas condições de usufruir cada momento feliz.

O medo pode nos paralisar. Pintamos um quadro tão tenebroso do futuro que não conseguimos dar um passo à frente.

Momentos felizes:

Mas a vida pode ser boa, e momentos felizes ocorrem na vida de qualquer pessoa.

Esteja atento para perceber a alegria bater à sua porta. Deixe-a entrar e usufrua o que a vida te oferece, aqui, agora.

Diga para si mesmo: você merece a graça que está por receber, e aproveite completamente.

Muitas vezes imaginamos consequências adversas e acabamos não fazendo o que temos que fazer.

É como a criança que se recusa andar de bicicleta com medo de cair e se machucar.

Não temos que temer a aventura de viver. Viver envolve riscos, não tenho dúvidas, mas é gratificante em todos os aspectos.

Nós aprendemos:

Mesmo quando tropeçamos e ganhamos alguns arranhões, o resultado final é animador, pois aprendemos, crescemos e realizamos.

A alegria de realizar os projetos que tanto almejamos, ver os sonhos se realizando compensa todas as barreiras enfrentadas e o medo que sentimos de tudo se complicar.

A coragem não é ausência de medo, e sim a capacidade de agir a despeito do medo.

Na verdade não temos medo de ser feliz, mas como nada vem de graça, e a consecução de objetivos fantásticos é sempre acompanhada de muita luta e sofrimento, e é justamente isso que tememos.

Mas temos que ter em mente que a vida é luta, e se conseguirmos tudo de graça, tampouco teremos prazer na chegada.

Mas tenha sempre a mente aberto e o coração leve.

Aceite as adversidades e não seja duro consigo mesmo. Há momentos que sentimos que vamos fraquejar, as mãos ficam geladas e a energia parece nos faltar.

No final tudo dá certo, um passo de cada vez, e não tenha medo de ser feliz.

R.S. Beco

2 Comentários

Ricardo freitas

about 4 anos ago

Excelente texto professor. Boa semana para o senhor.

Responder

Beto

about 4 anos ago

Beco, sou fã do seu blog e leitor assíduo. Não contribuo como gostaria nos comentários mas tento ler e aplicar suas lições que tem lastros em bibliografia científica. Quanto ao post de hoje deixo aqui minha alegria por um dia ter descoberto que o maior inimigo do amor não é o ódio não. É o medo ! Abcs

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta