Não suba num pedestal

Não suba num pedestal

Não se coloque acima dos outros, desça do pedestal da prepotência e da arrogância.

Se você se julgar mais do que os outros, cedo ou tarde vai se desapontar, e vai se sentir culpado.

Por outro lado, se você colocar outra pessoa num pedestal vai acabar se desapontando com esta pessoa e culpando-a por não ser, agir ou pensar da maneira como você a idealizou.

Não espere o máximo de si, e não espere o máximo das pessoas.

Se liberte da obsessão pela perfeição.

Se você ainda usa muito a palavra SE: – se eu tivesse me empenhado mais, se tivesse sido mais esperto, se tivesse aproveitado aquela oportunidade – veja se não está admitindo o perfeccionismo.

Perfeccionismo:

Muitas coisas são inevitáveis e estão fora do seu controle. Não se julge tão poderoso assim.

Essa atitude de perfeição, cobrando muito de si mesmo, reflete também na sua atitude com as outras pessoas. Não construa um padrão absoluto e tampouco espere que as pessoas se encaixem neste padrão.

Renuncie ao desejo de ver tudo do jeito que você quer.

Ainda que muita coisa seja boa, nada é perfeito.

Aceite o razoável.

Não deixe que outros te idolatrem e te coloquem num pedestal. Evite a tentação de procurar essa posição de destaque, subindo ao pódio por qualquer elogio e badalação. A queda é sempre desastrosa, e ficar lá em cima, olhando os outros como se fosse um ser superior não faz bem a ninguém.

Temos que nos acostumar a olhar os outros de igual para igual.

Compreender os outros exige que nos coloquemos no mesmo nível, com a mesma capacidade e sorte de experimentar o bom e  o ruim.

Quando nos colocamos em uma posição superior, sofremos demasiadamente quando passamos por algum revés da vida. Demoramos muito a se recuperar de alguma queda, pois não nos conformamos, nos revoltamos, e com isso prolongamos a situação de penúria.

Queremos uma vida boa e abundante, e para aproveitá-la melhor, temos que aceitar com serenidade os altos e baixos a que estamos sujeitos.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta