Não seja um robô.

Seja humano. Se permita chorar, ficar com o coração apertado.

Não se reprima nos sentimentos, afinal você não é um robô.

Fique emocionado, sinta aquele frio te percorrer por dentro a ponto de perder a respiração.

Sinta com todos os sentidos.

Não olhe apenas. Sinta o aroma, o frescor, o som.

Fale a linguagem do coração. Expresse o que está sentindo, e se aceite impactar pelas expressões de sentimentos de outras pessoas.

Quando for uma situação difícil de irritação ou intimidação, alguns cuidados merecem atenção:

-primeiro faça um relato objetivo sobre a situação,

-em seguida expresse o seus sentimentos.

Em situações difíceis, não ultrapasse a linha do desrespeito as pessoas.

Não passe da expressão dos sentimentos para culpar os outros.

Não faça prolongados relatos negativos.

Tente equilibrar – um choro ocasional é aceitável – muita choradeira pode ser constrangedora.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta