Não se esqueça.

Não se esqueça da pessoa que tem dentro de si.

Se cuide com carinho, não se agrida e tampouco se deixe contaminar, se estragar pelos acontecimentos negativos.

Toda vez que sentir a raiva te dominar, pronta para te envenenar, pense no cuidado que tem que ter consigo, e se acalme, não deixe entornar o caldo.

Inveja:

Quando a inveja te forçar a desviar do rumo certo, pense nos seus sentimentos mais profundos, e se dê conta de quanto é nocivo e inútil se comparar com os outros.

Não seja apressado em julgar os outros, e nem tão rápido em se culpar. Não fique se alfinetando sem motivos.

Não fique tão chateado e decepcionado com suas falhas, não se puna com tanto rigor. Simplesmente aprenda a lição e siga em frente.

Uma amiga me lembrou esta semana: rapadura é doce, mas é dura.

A vida é dura mesmo, mas nem por isso devemos usar a vestimenta de vítima e andar triste pelas sombras.

Tudo vai terminar bem, e veja quando já progrediu, e o trajeto que já caminhou.

Estamos sós:

Já passamos por tanta dificuldade, e em muitos momentos estamos sós, eu comigo mesmo. Não posso nunca me esquecer de cuidar de mim mesmo, não me agredir, ser honesto e generoso.

Sei que desejamos a vida como um passeio no parque, mas a realidade nos presenteia com um passeio cheio de obstáculos, que às vezes, nos tiram do sério.

Mas sei que vale a pena, e todo o esforço e empenho são revertidos em realizações e alegrias.

Gosto das pessoas, e porque aprendi a gostar dos outros, me dei conta de que preciso gostar de mim mesmo.

Cuido de mim mesmo, e exercito a autocompaixão, me pego no colo quando estou em desespero. E por ter praticado comigo, aprendi a sentir a compaixão pelos outros.

Hoje sei que nunca devo me esquecer de mim mesmo, e cuidar com muito carinho dessa pessoa forte e resiliente que tenho dentro de mim.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked