Não se esconda no trabalho

Não se esconda no trabalho

Evite se refugiar no trabalho, e não faça da vida profissional uma desculpa para não saborear a vida pessoal.

Acorde para a sua vida pessoal. O trabalho dá o sustento e nos proporciona o conforto tão desejado, mas não faça do trabalho o seu esconderijo.  Isso fatalmente leva ao stress e ao desgaste dos seus relacionamentos.

Muita gente se dedica doentiamente ao trabalho, chegando cedo, saindo tarde fazendo hora extra e levando trabalho para casa. Isso pode ser um sinal de problemas nos relacionamentos pessoais. Desperte para esse ponto. Procure um equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

Estabeleça prioridades e não se perca nas tantas frentes de aprimoramento profissional.

A jornada profissional é árdua, a competição, as metas, as especializações demandam muito, mas é preciso ter prazer naquilo que fazemos.

Simplifique a vida para poder ter tempo de usufruir o que lhe é oferecido.

Foco:

Mantenha o foco para uma atuação mais eficiente, sobrando mais tempo para a vida.

Aprimore a capacidade de escolher.

Conecte as atividades diárias com projetos de longo prazo.

Não almoce sozinho. Aproveite o convívio familiar.

Abandone atividades desnecessárias, inúteis e incompatíveis com o seu projeto pessoal.

Proteja o seu tempo pessoal, não deixe a contaminação pegar.

É bom discutir a contaminação com a família e com o chefe.

Planeje uma diversão, um relaxamento. Você já sabe que quando o trabalho domina, a vida pessoal fica para trás.

Evite ficar acumulando férias. Ninguém é insubstituível, e você deve afastar de vez o medo de ser substituído.

Procure se aprimorar constantemente, não fique para trás e confie na sua capacidade.

Faça planos pessoais de verdade, projetos que incluam a sua família, seus amigos, e mais importante, você mesmo.

Cuide de si mesmo, reserve tempo para você.

Há vida lá fora.                                                                                                                 Rubens Sakay(Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta