Não se deixe contaminar pelo estresse dos outros.

Muitas vezes somos contaminados pela correria e gritaria dos outros. Estabeleça o seu ritmo, não se deixe contaminar.

Quando sentir que a agitação dos outros está te contaminando, estabeleça uma barreira de proteção de modo que você possa tocar sua vida com mais tranqüilidade.

Eu faço uma leitura espiritual todos os dias logo ao chegar ao trabalho. Isso tem me ajudado a começar o trabalho com o espírito mais protegido.

Faço outra leitura espiritual antes de dormir, o que apazigua a mente que se prepara para repousar.

A agitação e o estresse, especialmente no ambiente de trabalho, é muitas vezes injustificado. Muitas vezes corremos atrás do próprio rabo, sem sequer sair do lugar.

Se conseguimos perceber essa situação neurótica é porque já estamos a meio caminho de nos safarmos.

O próximo passo é criar a barreira.

O duro é quando estamos no olho do furacão e achamos que é isso mesmo.

A barreira pode ser física, a porta da sala fechada e uma orientação para não ser interrompido.

Saiba quando guardar distância, quando não mostrar oposição, quando minimizar o contato com tais pessoas.

Se você está com a cabeça mais fria, é você que tem que tomar a iniciativa de fugir da situação estressante.

A barreira pode ser procedimental, estabelecendo responsabilidades claras, pedindo mais prazo.

Pode ser comportamental, estabelecendo limites no relacionamento.

Não tente mudar a atitude da pessoa estressada.

Pense cuidadosamente nas suas reações com a outra pessoa, você pode estar jogando lenha na fogueira.

Não culpe e nem se culpe. Aja serenamente para se afastar.

Saia da discussão quando se tornar muito pessoal.

Se afaste das medidas tóxicas para afastar o estresse – você sabe, aquelas que prejudicam a sua saúde.

Aprenda a identificar quando o estresse está te contaminando.

Se possível mantenha o bom humor.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta