Não pise nas pessoas.

Não pise nas pessoas e aprenda a tratar bem todos, sem distinção. Pisar nas pessoas, destratar e desdenhar, traz para cada um, um saldo enorme de pensamentos negativos que podem atormentar o seu espírito.

Imagine um mundo de gente pensando o seu mal, querendo a sua desgraça. Evite.

Como dizem – não pise nas pessoas quando estiver subindo, pois pode encontrá-las quando estiver descendo.

Altos e baixos:

A vida é cheia de altos e baixos, e as pessoas dependem umas das outras.

Quem bate esquece, mas quem apanha nunca esquece. Não queira fazer parte da lista negra na mente das pessoas com que se relacionou.

Ter participação protagonista nas histórias de mágoa das pessoas te puxa para baixo, é uma força negativa.

Somos seres com uma estrondosa capacidade social, ler expressões, emoções e detectar atitudes e até pensamentos negativos em outras pessoas.

Não dá pra enganar:

Você pode até querer dissimular, fazer de conta que está tratando bem, mas qualquer um, especialmente as crianças, conseguem distinguir o que é um tratamento carinhoso de um outro rude, descuidado.

As pessoas que pisam nos outros acabam solitárias e isoladas, o que é a coisa mais triste para qualquer indivíduo.

Não participe nem estimule os ambientes onde as pessoas pisam umas nas outras. Isso pode facilmente ocorrer no ambiente de trabalho.

O ambiente familiar também é um palco freqüente de atitudes de mal tratos. Procure interferir, ajude a descontaminar os ambientes excessivamente competitivos, onde imperam relacionamentos tóxicos regados à vaidade, arrogância e prepotência.

Por outro lado, os ambientes de cooperação, cheios de amizades sinceras, permitem que as pessoas sejam felizes, vivam bem, com mais saúde, produzam e sejam criativas.

Rubens Sakay (Beco)

1 Comentário

sueli

about 5 anos ago

Maravilhoso isso ´é tudo o que eu queria ler e meditar atraves dessas palavras posso sentir que pessoas podem ser mudadas!!!E procurar ser feliz e ajudar a fazer feliz o seu proximo!!

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta