Não pare aí.

É bom sentirmos que estamos crescendo em todos os aspectos.

Às vezes ficamos tão compenetrados em exercitar uma qualidade, por exemplo, a generosidade, que nos esquecemos da compaixão, da empatia, do coleguismo, da flexibilidade, do carinho, do respeito.

O crescimento deve ser pleno.

Temos que nos sentir plenos.

Devemos procurar lições para o nosso crescimento em qualquer circunstância.

O crescimento pleno significa em todos os aspectos da vida e da nossa individualidade.

Não há como se dedicar totalmente em um aspecto e negligenciar os outros aspectos.

Assim fazendo, nos tornamos pessoas caricatas, fácil de se reconhecer – pessoas inconsistentes.

As qualidades individuais andam juntas, e uma pessoa generosa é também uma pessoa respeitosa. Quando uma faceta contradiz a outra, transparece o cinismo.

Quando digo, não pare aí, quero dizer – continue crescendo em todos os aspectos.

A jornada do crescimento pessoal não tem fim, não tem chegada, e cada dia nos brinda com chances fantásticas para crescer.

Se queremos ter uma vida fantástica e feliz, temos que crescer todos os dias.

O crescimento pessoal não é uma coisa que temos que consertar, identificamos, corrigimos e está pronto.

Se você vê uma barreira, busque uma maneira de contorná-la.

Se você vê um problema, busque uma solução.

Se você vive uma decepção, um desapontamento, tire uma lição e siga adiante.

Uma coisa boa para se lembrar, é que uma mudança interna, requer um trabalho interno.

Tem que se compenetrar. Tem que olhar para dentro de si.

A mudança interna dá trabalho, e por vezes é dolorosa.

Mas no fundo é compensadora, e traz uma felicidade mais autêntica e duradoura.

Criar novos hábitos, mudar a nossa atitude e nosso comportamento – exige uma força de vontade, uma determinação.

Coloque na sua mente um tipo de comportamento que gostaria de ter. Mentalize bem, e pratique várias vezes. Sinta-se confortável com esse novo comportamento, seja de carinho, coleguismo ou respeito.

Se você ficar desapontado consigo mesmo em alguns momentos, saiba que esse é o começo de um processo de melhoria.

O desconforto estimula as mudanças que temos que fazer.

Fique firme na caminhada e não pare aí.

Beco

1 Comentário

Eli Lima

about 7 anos ago

Hoje encontrei no estacionamento do supermercado meu ente querido.. Senti vontade de voltar a viver a vida dele, controlá-lo... Ele é lindo, mas está absolutamente deformado pela doença...Estou tentando ser corajosa e continuar a crescer ou começar a crescer, não sei. Ainda estou com um cachorrinho de pelúcia que ele me deu quando éramos crianças...já senti vontade de jogá-lo fora, mas às vezes as coisas são as pessoas e o cachorrinho azul, pra mim, é um presente que tenho do passado, da infância... Há coisas que não têm solução... Vou tentar não parar... Obrigada pela contribuição. Fique bem.

Responder

Deixe seu comentário

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked