Não olhe para a porta que se fechou.

Ficamos tão obcecados pelas portas que se fecham que não enxergamos as portas que estão prestes a se abrir.

As oportunidades aparecem na nossa vida todo momento. Precisamos estar presentes e atentos.

Aqueles que acreditam que a vida é uma desgraça sem fim, com portas se fechando uma atrás da outra, acabam perdendo as oportunidades que aparecem.

Olhos abertos:

É preciso estar com os olhos abertos e o coração aberto, acreditando que pode ser abençoado agora mesmo.

A vida é difícil, mas vale a pena ser vivida, e com todas as experiências acumuladas, temos que ter a capacidade de enxergar tanta coisa boa que tem nos acontecido.

A nossa mente é prodiga em guardar os eventos negativos, e relapsa em guardar os eventos positivos.

Temos que driblar essa característica, inata no ser humano, desviando o olhar para coisas positivas, atentando mais para as oportunidades e menos para as tempestades.

Ficamos tão magoados e decepcionados com oportunidades perdidas – é normal.

Ajuda negada:

Nos desapontamos com as pessoas que nos negam ajuda quando mais precisamos – também é normal.

Mas sobretudo, temos que levantar a cabeça e ficar com a nossa atenção redobrada nessa hora para qualquer fresta que se abre, ali pode estar a nossa saída.

No final dá tudo certo, mas precisamos ter fé e acreditar que nunca estamos sós.

Ao se sentir desamparado, como se todas as oportunidades lhe fosse tolhidas, olhe para cima e sinta a segurança de ter a ajuda incondicional do Deus da sua crença.

A vida é cheia de altos e baixos, e vamos sobreviver, e mais do que isso, vamos conseguir ser feliz enquanto tudo isso acontece.

Cada dia vivido é uma aprendizagem, e um rosário de momentos alegres e abençoados.

Deixe a porta se fechar, mas não se feche para a própria vida.

A vida que segue, e muitas outras portas se abrirão – fique atento e aproveite.

Enquanto lutamos para sobrepujar as dificuldades, somos felizes porque encontramos as coisas que dão significado à vida. São atividades que nem vemos o tempo passar, e pessoas, cujo convívio traz harmonia ao coração.

Hoje não fico maldizendo as oportunidades perdidas, pois dou graças por estar vivo para aproveitar outras chances, que sei, virão.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta