Não olhe as pessoas como quem está numa escada.

Não encare a vida como uma escada onde você encontra pessoas abaixo e se compadece e outras, você encontra acima de você e então as inveja.

Se coloque no mesmo plano das pessoas.

Exercite a empatia. Se coloque no lugar do outro para melhor entender o comportamento de cada um.

Exercite a compaixão. Sinta você mesmo a dor do outro e queira que a dor cesse.

A empatia e a compaixão são sentimentos fundamentais para o exercício de relacionamentos maduros.

Quando percebemos que conseguimos experimentar estes dois sentimentos, é sinal de que já crescemos um pouco mais.

O contrário também é verdadeiro.

Se continuamos a levar a vida nos comparando com os outros como se estivéssemos numa escada, é sinal de que nos esquecemos de crescer.

Beco

4 Comentários

Joelson Vellozo Jr.

about 7 anos ago

Uma certa vez tive contato com um aprendizado muito forte para mim. Fazia muito sentido; reverberou como uma verdade pura. Disseram-me: "Compaixão é uma importante qualidade. Acompanhada da palavra 'incondicional' ela se transforma em virtude". Tudo bem que "qualidade" e "virtude" são, em teoria, sinônimos. Pelos menos o dicionário as trata assim. Mas aqui dou à palavra "virtude" o significado de qualidade "iluminada", irrestrita, superior. Acho que faz sentido tratá-la assim. Qualidade parece algo mais ordinário, vulgar. Virtude parece ter mais força ao ser atribuída a alguém. Assim, todos temos nossas qualidades. Algumas mais desenvolvidas, outras menos. Algumas ainda não despertas, outras completamente à disposição de nós e do mundo. O fato é que todas as nossas possíveis qualidades (honestidade, compaixão, empatia, amorosidade etc.), se acompanhadas da palavra "incondicional", se tornam VIRTUDES. Afinal, é fácil ser honesto só em determinadas situações, ter compaixão e amorosidade apenas com quem se conhece ou se tem vínculos. Fazer isto tudo de maneira incondicional -- sem olhar a quem -- é a grande "sacada" para a felicidade, imagino eu.

Responder

Beco

about 7 anos ago

Amigo Joelson, Grande contribuição para a discussão do dia de hoje. Eu mesmo vou exercitar o incondicional. Beco

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta