Não é o fim do mundo.

A vida pode te dar inúmeras rasteiras, mas não é o fim do mundo.

O ano pode parecer que acabou sem acabar, com tantas pendências e projetos inacabados, mas acredite no futuro, acredite em si próprio, você vai conseguir.

Quando olhamos para trás, nos damos conta de tanta coisa que fizemos, e nem imaginávamos conseguir tanto.

Nem falo tanto de bens materiais, dinheiro e patrimônio, pois isso tudo não traz felicidade. Chamo a atenção para as realizações, o crescimento pessoal, os relacionamentos construídos, as etapas vencidas.

De repente, uma cirurgia às pressas nos tira do sério, parece que o desastre é iminente, mas tudo sai bem, e a tranquilidade volta ao lar. Temos que buscar a serenidade, e é tudo que queremos e precisamos.

Coisas pequenas:

Costumamos nos exasperar por coisas pequenas, e dar um grau de importância tremenda a coisas sem qualquer importância, como por exemplo, as desavenças familiares, tanta coisa sem importância que ruina o ambiente familiar justamente no período de festas.

Fazemos um esforço para reunir familiares desgarrados, mas percebemos que ainda não perdoamos coisas que aconteceram no passado, comportamento inadequado, futricas e descaso. E quando nos reunimos, parece que tudo volta à tona para nos assombrar. Temos que exercitar o perdão e deixar passar as pequenas coisas.

Devemos olhar a vida e o mundo com bons olhos, uma perspectiva positiva, um futuro melhor.

Temos que nos esforçar para nos tornarmos pessoas melhores, um dia de cada vez.

Perdemos oportunidades, os projetos terminam sem resultados satisfatórios, e laços amorosos se rompem inesperadamente, mas temos todos a capacidade de dar a volta por cima.

É hora de renovar as nossas forças, desanuviar a nossa visão e olhar para o ano que vem por aí, com otimismo.

Vamos conseguir, e mais do que isso, vamos ser surpreendidos com coisas boas, inúmeras vezes – assim é a vida.

Não estamos sós, temos a ajuda de amigos, familiares e até de desconhecidos. Quando por um instante, nos sentimos desamparados, sentimos a ajuda incondicional que vem lá de cima.

Termine o ano bem, para começar bem o próximo ano.

Fique bem, e diga sim à vida, aos projetos e aos relacionamentos, e a si mesmo.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta