Não dependa tanto dos outros e assuma a tarefa de cuidar de si mesmo

Não dependa tanto dos outros e assuma a tarefa de cuidar de si mesmo

Assuma a tarefa de cuidar de si mesmo. Queremos a independência e autonomia desde cedo. Quando garoto, me lembro da aventura de fazer as coisas sozinho. Ainda jovem, a experiência de morar fora de casa foi uma mistura de liberdade, excitação e frustração. Mas a vida é mesmo difícil, a vida social um tanto complexa e a dependência uns dos outros acaba sendo a realidade.

É verdade que todos cuidam dos entes queridos, mas não devemos esperar nem reclamar que outros cuidem da gente todo momento, e especialmente com o envelhecimento, temos que trazer de volta a nossa ansiedade por independência e autonomia.

Cuide de si:

Aprenda a cuidar de si.

Aprenda a ser gentil e generoso, consigo próprio. Se você não se trata bem e não se valoriza, imagine os outros que não estão na sua pele.

Cuidar de si próprio é algo que ninguém pode fazer melhor, e dinheiro no mundo pode comprar.

Uma das melhores coisas que você pode fazer por si mesmo, e dar tempo para si, para refletir, para sentir e perceber os seus sentimentos mais profundos.

É fundamental canalizar a sua energia para se revitalizar, para se fortalecer e se nutrir espiritualmente e emocionalmente.

Não tenha medo de olhar para o espelho e ver o quando você tem se tratado mal, o quanto você pode parecer decadente. Isso é um bom sinal. Reconhecer que você precisa cuidar melhor de si próprio é meio caminho andado.

Especialmente depois de um dia exaustivo de trabalho, ou depois de uma semana cheia de compromissos, cuide de si próprio.

Deixe os compromissos sociais para dedicar um tempo só para você, como se diz em inglês – me time.

Se dê um carinho.

Mas quando você se imaginar dando uma recompensa, imagine algo necessário, bom para sua saúde e para o seu crescimento, e não coisas supérfluas e desnecessárias. Imagine as recompensas duradouras. Imagine as coisas que podem gerar boas lembranças permanentes.

Sinta a energia vital e a vibração te puxando para fora da tsunami do dia-a-dia.

Viva mais para você mesmo.                                                                                Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta