Muitas oportunidades para praticar o perdão.

Temos que aprender a praticar o perdão. As coisas difíceis vêm com a prática.

É assim como se preparar para uma competição esportiva. Há que praticar, tornando os movimentos naturais, o preparo adequado, e a resistência em alto nível.

Perdoar não é diferente.

Temos que exercitar os músculos do perdão.

Não podemos desperdiçar nenhuma oportunidade para trabalhar algum músculo importante.

Raiva:

Sempre temos a impressão que antes do perdão vem a raiva, o rancor, o ressentimento.

Mas na verdade podemos mudar essa rotina.

Toda vez que se sentir magoado com alguém, antes de deixar que algum sentimento negativo povoe sua mente e seu coração, faça o seguinte:

1-Reflita e experimente uma vontade enorme de ser feliz.

2-Entenda que o perdão não é algo que você faz para os outros, mas um favor que faz a si mesmo.

3-Entenda que o perdão vai te deixar leve, abrindo o espaço para a paz, serenidade e felicidade.

Você pode ainda seguir o seguinte roteiro:

1-Examine o seu rancor e mágoa numa perspectiva honesta – até que ponto isso é importante?

2-Reflita sobre os reais desdobramentos deste evento – será que isso tem um impacto enorme na sua vida? será que você não está amplificando?

3-Pense por um momento que o perdão nada tem a ver com o futuro do relacionamento. Você não precisa necessariamente se reconciliar com essa pessoa.

Não pense jamais em coisas negativas, pois isso volta tudo contra você mesmo.

E, se porventura, a idéia de vingança não consegue sair da sua cabeça, saiba que a melhor vingança que você pode fazer é ficar bem.

Perdoe, fique bem, e seja feliz.

Rubens Sakay (Beco)

1 Comentário

Eli Lima

about 6 anos ago

Muito bom! Fique bem.

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta