Meu esforço deu resultados.

Dou duro todos os dias. Sei que não posso folgar, e tenho certeza que a minha vida não difere da vida de muita gente.

Tenho pessoas que dependem de mim, e sei da responsabilidade que vem com isso.

Mas tenho que avaliar constantemente os meus projetos, reconhecendo os meus esforços e principalmente os resultados.

Nem tudo acontece da noite para o dia, e às vezes os resultados demoram a aparecer – tenho que ter paciência.

Horizonte:

Olhar o horizonte um pouco mais largo me libera da frustração de agir e não ver os resultados imediatamente.

Quando faço isso honestamente, vejo o quanto avancei.

Tenho tanta coisa por que me orgulhar.

E o meu crescimento pessoal – sei que avancei bastante.

Fui uma pessoa chata por muitos anos, petulante, enfim uma companhia não muito agradável.

Consegui trabalhar os meus defeitos, e embora esteja longe de me livrar deles, eu já os reconheço, e em alguns momentos até tenho a impressão que eles foram embora para sempre.

Perfeccionismo:

Hoje não tenho qualquer pretensão de ser perfeito e sei que sempre terei alguma coisa para trabalhar, para aprimorar – assim é a vida.

Acredito que a perspectiva de que podemos ser melhor um dia de cada vez nos anima para viver intensamente até os últimos dias.

A alegria de vivenciar a abundância da vida, o calor das pessoas e a beleza de tudo que me cerca me animam a enfrentar de cabeça erguida as adversidades que sei, sempre estarão no meu caminho.

Estou mais preparado para a vida.

Estou mais animado com a vida.

Sou mais grato por tudo que tem me sido concedido.

A sensação de abandono e desamparo que senti em alguns momentos de penúria foi substituída pelo calor da fé e da serenidade.

Gosto do que vejo, gosto do que sinto, e aprendi a ter carinho por mim mesmo.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta