Lições que vêm na calmaria.

Não precisamos estar em apuros para aprender alguma lição.

Lembra-se daquela frase de cinema: ”vou te dar uma lição”, e dá-lhe pancadaria.

Não precisamos estar sob chuva de tapas e socos para aprender alguma coisa.

Muitas lições vêm na calmaria, quando estamos serenos e tranquilos.

Quando silenciamos a nossa mente, conseguimos ouvir a voz do coração, a voz da verdade, a voz de Deus.

Vejo hoje, que a serenidade traz clareza aos problemas que enfrentamos, e temos que aproveitar os tempos de calmaria para refletir sobre os nossos caminhos.

Buscar a perfeição:

Na competição, comparações, querer buscar a perfeição, esteira hedônica, é difícil aprender alguma coisa útil.

A água é sempre calma no fundo do lado, e nessa calmaria que está a sabedoria para conduzir a vida com segurança.

A superfície da água pode dançar ao sabor das intempéries, mas aquela no fundo do lago, mantém o estado essencial, e é onde devemos buscar as respostas, as lições.

O estresse do cotidiano, os conflitos e os ânimos alterados, tiram o nosso discernimento para as soluções mais adequadas.

No meio da tempestade, temos mergulhar no nosso ser interior para buscar as respostas na calma interior, livre do caos e dos ruídos da mente ansiosa.

É certo que descobrimos as nossas forças nas adversidades, mas as respostas às questões críticas vêm na calmaria.

Não há felicidade em buscar tantos bens materiais, status e reconhecimento, e a correria que isso provoca, tira o nosso foco daquilo que realmente agrega valor, o que faz sentido na vida.

A calmaria é o tempo do repouso, mas também da boa reflexão.

Ao silenciar a mente, damos chance para a sutileza ocupar o espaço antes ocupado por futilidades, preocupação, dúvidas e medo.

Aprendi a gostar da reflexão e do tempo silencioso comigo mesmo. Aprendi a gosta da minha própria companhia.

Com a calmaria, adquirimos a verdadeira noção de proporção. O que é importante volta a ocupar o lugar de destaque.

Na tempestade, ressalta o mais ruidoso, o mais destruidor. Mas a vida é crescimento, é construção.

Aprender a ouvir as respostas no silêncio é realmente uma benção, uma paz, uma satisfação enorme.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta