Lição de moral

Lição de moral

Não dê lição de moral nos outros, pois é um ato de prepotência e faz mal a você mesmo.

Quem dá lição de moral no crescimento alheio é porque se esqueceu de crescer, e agindo desse jeito vai continuar pequenininho.

Querer se mostrar superior ao outro, é atitude desprezível e que só traz mal estar para todos. É alguém tentando enquadrar os outros como se fosse, ele próprio uma pessoa perfeita, livre de qualquer defeito.

Quando somos nós mesmos vítimas de lição de moral, devemos praticar o desligamento, deixar passar e limpar da nossa lembrança tal fato desagradável.

Ao nos colocamos em postura para dar uma lição de moral, devemos parar, retroceder momentaneamente e avaliar o que queremos fazer de fato. Na maioria das vezes queremos apenas revidar algum mau trato, uma agressão verbal. Temos que calibrar a nossa reação para que isso não resulte um discurso horroroso.

REspire fundo:

Uma parada para respirar pode permitir que a temperatura emocional se regularize, e que a agitação da superfície da água se dissipe, deixando revelar um comportamento mais adequado.

Podemos marcar a nossa posição, a nossa discordância sem ter que dar uma de Mr. Perfeito.

Sabemos que momentos de grande calor emocional negativo nos tira da razão, e acabamos nos comportando de maneira reprovável. Às vezes um simples feedback objetivo resolve, e com um pouco de calma, conseguimos fazer isso sem se exasperar.

Há momentos que não devemos deixar de falar para expressar a nossa contrariedade, mas muitas vezes, fazer nada é a solução, simplesmente deixar passar.

Criticar calorosamente, com tom de autoriadade na arte de viver denota mais fraqueza que força.

Não seja intransigente. Não seja tão duro. Aceite a possibilidade de estar errado de vez em quando, e não alimente os conflitos.

E quando for você mesmo o alvo da lição de moral, não aceite humilhação, não se faça de capacho. Sem revidar ou jogar lenha na fogueira, saia de cena, caia fora dessa situação.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta