Remoer o passado triste vai fazer a tristeza RESSURGIR

Remoer o passado triste vai fazer a tristeza RESSURGIR

Não fique alimentando as suas lembranças tristes, fique em paz com o seu passado, se perdoe, perdoe os outros e deixe ir os ressentimentos e a culpa. Remoer o passado triste só vai faz a tristeza, que deveria ficar adormecida, RESSURGIR.

Ficar relembrando as coisas tristes que aconteceram na sua vida constantemente é alimentar as sementes da tristeza, prejudica a autoestima e muitas vezes provoca a imobilização, a estagnação.

O passado é nossa escola.

Não estou pregando nem por um minuto em voltar aos bancos para recomeçar a alfabetização. O passado já passou, e dele quero aproveitar as lições e preservar as boas lembranças.

Aceite completamente o que ocorreu no passado, e não fique alimentando tais sementes da tisteza. Deixe-as lá no fundo da sua alma, que é o lugar certo para elas.

O que nós alimentamos e regamos vai crescer. Isso vale para nossas tristezas, nossas dores e sofrimentos. Pare de alimentá-las. Deixe-as repousar em paz.

Como nos ensina Thich Nhat Hanh, deixe-as repousar no sótão da sua mente. Quando sentir que elas estão descendo do sótão para te assombrar, não resista, apenas reconheça e observe. Elas irão voltar para o lugar de onde vieram – o sótão dos seus pensamentos.

Todos nós vivemos situações tristes na nossa vida. Foram períodos duros, situações dramáticas, mas não vale ficar remoendo, trazendo à tona todo momento.

Devemos aproveitar as lições e guardar as lembranças tristes, bem guardadas e quietinhas, lá no sótão.

Dizia Ingrid Bergman que a felicidade é uma boa saúde e uma péssima memória, e muita gente repete a mesma coisa.

Acho que isso vale para as memórias dolorosas. Para tais situações, é melhor digerir e engavetar.

Quanto às memórias agradáveis, não diria tal coisa – temos que relembrar, reviver e saborear.

Não somos o que vivemos, mas o que lembramos que vivemos, e temos que preservar a nossa memória, evitar de nos deixar aprisionar pelas lembranças tristes.

Deixe as assombrações do passado. Não conflitue com elas, apenas deixe que elas te deixem em paz.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta