Incapacidade de tolerar os erros alheios.

Porque tanta ansiedade?

Onde fui ganhar tanta intolerância e tanta inflexibilidade?

Vejo pessoas que não conseguem deixar passar um mau humor do caixa do supermercado, ou do jornaleiro. Elas têm que comentar, fazer um julgamento, deixar ali, naquele momento, uma gota da sua prepotência e intolerância.

Tolerância ajuda a digerir:

Dizem que a tolerância é o óleo que lubrifica as engrenagens dos relacionamentos. Digo ainda que a tolerância funciona como uma enzima que nos ajuda a digerir coisas que temos dificuldade de digerir.

Sem a tolerância, as coisas ficam atravessadas na nossa garganta.

É um sinal de perfeccionismo.

É um sinal de prepotência,

É falta de aceitação.

Temos que aceitar que cada um lida de maneira diferente com cada situação, e há um espectro largo nessas maneiras diferentes, sem que uma seja certa ou errada.

Comportamentos inaceitáveis:

É claro que há comportamentos inaceitáveis, seguramente reprováveis, assim como atos imorais e criminosos.

Nessas situações, temos que avaliar se cabe alguma ação de nossa parte. Temos alguma responsabilidade, temos alguma ação que cabe a nós?

Se não nos diz respeito, temos que aceitar, e deixar passar.

A aceitação é um bem que fazemos a nós mesmos.

Quando trabalhos a aceitação, é bom começar devagar, dando os primeiros passos.

Aceite as coisas mais simples. Não parta para as coisas difíceis, coisas que você fica rubro de raiva só de pensar.

Hoje queria que o dia fosse ensolarado, mas está chovendo. Não vou poder fazer as coisas que planejei. Eu aceito.

A garota do supermercado errou ao contar e embalar os pães. Tive que interferir, mas devo tolerar, aceitar e deixar passar.

Às vezes ficamos reclamando e praguejando para quem não tem grande responsabilidade sobre o assunto.

Na fila do banco, não adianta nada ficar praguejando com os outros clientes. Preencha uma ficha de sugestões, e deposite no local adequado. Ligue para o SAC do banco e contribua com seus comentários.

Começando com pequenas coisas, pequenos passos, podemos fazer como o bebê que dia a dia caminha mais desenvolto, com mais segurança e confiança.

Beco

1 Comentário

Marina

about 6 anos ago

As pessoas intolerantes nao sabem o qto sao deselegantes, detestaveis e causadoras do sofrimento alheio. Duvido mto q essas pessoas sejam felizes e o pior...nao percebem o mal q fazem, pelo contrario parece q se orgulham de serem assim. Obrigada por suas palavras, sempre...

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta