Há uma maneira de fazer

Há sempre uma maneira boa de fazer.

Não há problema que você não possa resolver, e é preciso calma e serenidade para perceber a solução se mostrar.

Muitas vezes estamos tão atordoados com a situação que nem atinamos para possibilidades que estão bem no nosso nariz.

Há sempre uma maneira de resolver as coisas, mesmo que não concordemos. Temos que analisar com um certo distanciamento das nossas obsessões.

Não raro, ficamos tão obcecados por coisas que desejamos e almejamos que ficamos cegos para as soluções que estão claramente colocadas diante de nós.

Quais são suas prioridades?

Por isso, é bom analisar as possibilidades deixando um pouco de lado, ou mesmo reduzindo a nossa vontade e o nosso desejo.

Reveja as suas prioridades, pois a idade nos coloca novos desafios e quando não reposicionamos as nossas prioridades. Com isso  acabamos nos confundindo perseguindo coisas que não fazem mais sentido.

Quando estamos no início da carreira, recém casados, ou com filhos pequenos, nos engajamos com tanta gana à nossa carreira, acumulo de bens materiais que nos descuidamos dos relacionamentos e do convívio familiar.

Com o passar do tempo, é bastante razoável que essa motivação material seja amenizada, e te sobre mais tempo e energia para viver com mais alegria, buscando objetivos mais profundos, sejam espirituais, ou simplesmente cuidar de si mesmo.

A vida muda bastante de um ano para o outro, e a maneira como endereçamos as nossas questões mais profundas devem mudar. Somos as mesmas pessoas, mas mais maduras, mais experientes e quiçá mais sábias.

A vida é mesmo uma escola, mas precisamos passar de ano, evoluir, e especialmente crescer por dentro.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta