Florescer de dentro para fora.

Temos uma tendência de esperar um elemento externo que nos faça florescer, quando na verdade deveríamos enxergar o florescimento de dentro para fora.

Temos que encontrar as sementes dentro de si mesmo, os valores, as virtudes, as forças que sabemos que temos, mas estão guardadas em algum canto, e é que preciso achar.

Imagine apenas o gosto pela aprendizagem, conhecer coisas novas, aprender a resolver os problemas.

Assim como damos o primeiro passo e mal acreditamos como conseguimos fazer isso do nada, além de encantar a família toda, temos que manter acesa essa competência, essa força interna.

Caminhos revelados:

Quantos caminhos são revelados quando nos abrimos com energia para aprender as novidades.

Quantas pessoas maravilhosas conhecemos, quando nos abrimos para aprender com elas.

A curiosidade, tão presente nas crianças e essencial para os adultos de qualquer idade é também um força que nos faz florescer de dentro para fora.

Nem é preciso que algo externo aconteça, nem é necessário uma festa ou um presente. Podemos desabrochar por si só, assim como a flor que recebe a luz, a energia, e mostra tudo que pode fazer sozinha.

Quantas coisas boas podemos fazer já, sem que ajuda alguma venha de fora.

Podemos sentir a generosidade e a compaixão tomar conta e ficar pronto para ajudar.

Meditação:

Podemos meditar, nos acalmar e estar pronto para longas empreitadas.

Exercitar a compreensão, colocando a empatia para trabalhar, e assim nos colocar em posição adequada e saudável nos relacionamentos.

Acredito que conseguimos nos tornar uma pessoa melhor simplesmente com uma introspecção profunda e honesta.

Olhar com olhos compassivos todos os conflitos que enfrentamos no cotidiano, deixando espaço para soluções, entendimentos e bem-estar.

Quem sabe não somos nós mesmos, as flores que tanto desejamos no nosso jardim.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta