Feliz com suas realizações.

Temos que apreciar as próprias realizações.

Não devemos mais adiar a felicidade para quando alguma coisa acontecer.

Temos que celebrar as nossas realizações e se orgulhar de tudo que já fizemos.

A pessoa que nos tornamos – é algo para se comemorar.

Quantas realizações, projetos e lições aprendidas – devemos comemorar.

Gente interessante de montão que encontramos pelo caminho e se tornaram amigos de verdade – nem tem preço.

Motivos para me sentir feliz:

A família, os filhos, diplomas, desafios, primeiro emprego, tantos motivos para me sentir feliz e realizado.

Não tenho que esperar mais nada. Posso ser feliz agora.

A vida é plena e abundante quando prestamos atenção às mínimas coisas, os mínimos avanços.

Me vejo no Viaduto do Chá em São Paulo, caminhando, juntamente com todas aquelas pessoas. Umas andam devagar, outras carregam mochilas pesadas, outras demonstram pressa e afobação, mas todas estão caminhando, evoluindo, um passo de cada vez.

Acho que a minha jornada tem uma similaridade com as pessoas caminhando no viaduto. Por vezes admiro a desenvoltura que outros caminham, enquanto outros demoram um bocado para vencer uma simples etapa.

Não julgar e não comparar:

Mas acima de tudo, aprendi a não julgar e a não me comparar.

Cada um caminha na velocidade que lhe convém, e de acordo com a sua capacidade.

Temos sim, que prestar atenção no nosso caminho, nas nossas realizações.

Razões para comemorar temos de montão, e acho todos têm.

A vida é abundante e as oportunidades para realizar estão em cada esquina. Temos que estar atentos, de coração aberto e ouvidos aguçados. Com a cabeça erguida e olhar altivo, vamos enxergar as dificuldades de pronto, sem perder de vista as oportunidades.

Sem arrogância e prepotência, vamos aproveitar tudo que a vida nos oferece.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta