Felicidade – uma ilusão de ótica.

Temos a felicidade à vista e logo a perdemos no nosso radar. Será que a felicidade é uma ilusão de ótica?

Será que ela existe de fato, e quando é que vamos ter a felicidade do nosso lado para sempre?

Há sempre aquele dizer dos contos de fadas: e eles viveram felizes para sempre. Será que isso é verdade ou a felicidade também é uma entidade do conto de fadas?

Ninguém é feliz o tempo todo, isso eu já aprendi. E não dá sequer para pensar na felicidade quando estamos passando fome, atordoados com tantos problemas no olho do furacão.

A felicidade é fruto de uma percepção que temos da nossa vida, de nós mesmos e da realidade que nos cerca.

Escolha ser feliz:

Há pessoas que não conseguem ser felizes não importa quantas escolhas, realizações e predicados genéticos tenha lhe sido agraciadas.

Outras pessoas conseguem experimentar a felicidade em vários momentos da vida, a despeito de muitas privações e adversidades que tenha enfrentado.

Assim como a felicidade, é o amor. Já conheci pessoas que diziam que nunca tinham amado alguém de verdade, e reciprocamente nunca se sentiram amadas do fundo do coração.

Volto à questão da percepção. Temos que ficar atentos quando a felicidade nos atinge, e ela vem de maneira sutil.

 

Carro novo e felicidade:

Ela não vem de repente com o carro novo que ganhamos, nem tampouco com a loteria, ou mesmo o emprego dos sonhos.

Ela vem de mansinho com a nossa abertura para perceber o quanto fomos agraciados e favorecidos nas escolhas, realizações e iluminação.

Percebemos a felicidade chegar, nas situações mais corriqueiras, e nem precisa ser a entrega do Oscar, tapete vermelho ou coisa assim. Basta que sintamos a alegria de estar vivo para usufruir desse momento e sentir o que estamos sentindo.

É inexplicável, não é quantificável, e temos que estar com a mente o coração abertos para perceber e desfrutar.

Fique atento, e seja feliz.                                                                   R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta