Felicidade ao alcance da mão.

Não coloque a felicidade onde não possa alcançar, e tampouco deixe que seja controlada pelos outros.

Deixe a chave da sua felicidade na sua própria mão, e assuma a responsabilidade para fazer o que está ao seu alcance. Não deixe que outros manipulem a sua sorte e nem deixe seu barco à deriva, correndo atrás de coisas materiais, pois isso não vai te levar ao destino desejado.

A felicidade é simples e pode ser alcançada quando a colocamos em coisas simples, ao alcance da mão.

Quando pensamos e desejamos coisas perfeitas, sempre vamos encontrar a insatisfação, a decepção.

Perfeição:

A perfeição é na verdade, um objetivo inatingível. Portanto, colocar a felicidade na perfeição é também descarta-la já no princípio.

Se nos colocamos na esteira hedônica, perseguindo objetivos materiais e externos, vamos nos dar conta no final, que não conseguimos sair do lugar, muito embora, o acumulo de zeros à direita seja notável na nossa conta corrente.

Podemos saborear a vida nas mínimas coisas, e dar graças por tudo que recebemos, o ar que respiramos, o coração que forte dentro do nosso peito, o amigo que nos liga para desejar boa sorte.

Não fique obcecado em buscar a felicidade, mas esteja aberto para encontra-la com mais frequência, e isso é uma atitude.

Estar apto a experimentar a felicidade significa compreender a abundância da vida.

As oportunidades para encontrar a felicidade acontecem frequentemente na nossa vida, mas podemos estar com pressa, ou mesmo com o foco em outra coisa e perdemos a chance, a janela de oportunidade para usufruir da sorte.

Coloque a felicidade em coisas simples e será simples encontra-la.

Você pode desejar o impossível, mas aposte no impossível como condição para ser feliz.

Quer ser feliz?

Como nos ensina Chade-Meng Tan – busque dentro de você, e nesse sentido, totalmente ao alcance da mão.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta