Fazer o possível

Sempre há algo que podemos fazer, e as condições não podem ser assim tão limitantes.

Temos que fazer o possível, aquilo que está no nosso alcance, e para isso, temos que assumir a nossa responsabilidade.

Quem fica com o pensamento exclusivamente nas limitações não sai do lugar e deixa a vida passar em branco.

Para aqueles que a vida é um imenso abismo assustador a alguns passos adiante, a única solução é se sentar e chorar.

Mas a vida não é assim tão ruim, e mesmo em situações de muita penúria, somos capazes de encontrar uma saída.

Bons exemplos:

O mundo está repleto de exemplos de pessoas comuns que encontraram energia e coragem quando nada parecia restar dentro de si. O mesmo pode acontecer com qualquer um, e basta um pouco de serenidade, fé e crença nas próprias forças.

Dizem que as limitações são aquelas que escolhemos ter. Um pouco disso é bastante verdade, pois temos a capacidade mental de amplificar os nossos problemas e barreiras.

Quando você acorda, se levanta e começa o seu dia, há dentro de você uma energia, mesmo que pequena. Aquela energia teimosa que resiste ao desânimo das suas circunstâncias. É sua escolha aproveitar essa energia para o seu bem, para resolver os seus problemas.

Especialmente em tempos de carestia, farol baixo, emoções no vermelho, não desperdice sua energia, não fique praguejando, e saia a campo, levante o seu olhar e enfrente a vida de frente.

Você não pode alterar completamente as circunstâncias, mas pode controlar totalmente seus pensamentos e ações.

Há sempre algo positivo, construtivo e enriquecedor que você pode fazer.

Há sempre algo que você pode fazer para si mesmo.

Não perca o rumo, não perca a mão e cuide bem da sua vida.                                                                     Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta