Fazendo o melhor que posso.

Procuro sempre fazer o melhor que posso. Fazemos aquilo que está ao nosso alcance.

E fazemos da melhor maneira possível, nos empenhando, aprendendo, aprimorando, melhorando a cada dia.

Tenho uma satisfação em perceber as coisas que já aprendi.

Tenho uma satisfação maior em refletir sobre as coisas que ainda tenho para aprender, e a disposição que ora tenho para seguir melhorando.

Mas as coisas podem ser estressantes, as dificuldades apavorantes e podemos nos sentir desamparados.

Não é uma percepção boa.

Nunca estamos sozinhos.

Não reclame da sua carga:

Nunca vamos receber uma carga tão grande que não consigamos carregar.

Podemos sempre pedir ajuda, e se fazemos o melhor que podemos, já é o bastante.

Podemos nos orgulhar pelo nosso empenho e dedicação.

Podemos nos orgulhar por aceitar as tarefas que a vida nos reservou.

Se somos agraciados com a serenidade para enxergar aquilo que está no nosso alcance e aquilo que não está, temos que dar graças.

Prepotência:

Não querer abraçar o mundo é um bom pensamento.

Se satisfazer com aquilo que a vida tem lhe reservado é um bom sentimento.

Se empenhar em ser uma pessoa melhor a cada dia é um bom projeto.

Não coloque muita pressão em si mesmo.

Você e nem ninguém, precisa perseguir a perfeição. Aliás, uma empreitada fadada ao fracasso.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta