Falhar não é divertido.

Falhar não é divertido, pois traz um sentimento de contrariedade, arrependimento, culpa e provoca um estresse nada confortável.

Por outro lado, uma vida sem falhas pode ser desastrosa. Temos que falhar para aprender, e queremos evoluir, nos tornar uma pessoa melhor, mais capaz e resiliente.

Na verdade, devemos errar mais para acertar mais. O sucesso está na quantidade de falhas, pois elas prenunciam o sucesso. Mas tem uma pequena pegadinha: temos que aprender com as falhas, do contrário estaremos condenados a cometer as mesmas falhas indefinidamente.

Quem insiste em olhar onde caiu, sem colocar atenção onde tropeçou, vai cair sempre no mesmo lugar.

Aprender a aprender:

Aprenda a aprender, e encare com menos frustração as suas falhas. Olhe com serenidade para os eventos que não saem como esperado. Não se apegue aos fracassos, deixe os passar. Quando insistimos em se culpar e se arrepender, não permitimos que esse sentimento de fracasso nos abandone.

Deixe ir. Deixe passar. A vida é maior que isso, e o melhor está reservado para você. Humildade para aprender sempre, vai te proporcionar o sucesso logo ali na frente.

Não sabemos muito bem o que é o melhor para nós, e Aquele lá em cima sabe muito bem. Acredite, confie, e aceite o desconforto das falhas como parte da aprendizagem.

A vida é um pacote completo. Podemos alcançar o perfume das rosas, mas vamos nos espetar de vez em quando.

Um futuro melhor:

Quero um futuro melhor, e quero que muitas coisas aconteçam comigo e com as pessoas que me cercam, mas encaro essa expectativa com serenidade. Faço a minha parte, não relaxo nas minhas responsabilidades e procuro passar adiante tudo que tenho aprendido.

Sou uma pessoa feliz, tenho sido abençoado nas mínimas coisas, e sou grato por todas as graças e pela companhia de todos vocês.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta