Faça o outro feliz

Faça o outro feliz

Faça o outro feliz. Nos preocupamos tanto com a nossa felicidade que não percebemos que podemos aumentar a nossa felicidade contribuindo para aumentar a felicidade de outras pessoas.

Não perca a chance de fazer outra pessoa feliz. Muitas vezes por muito pouco, perdemos boas chances de fazer feliz outra pessoa. Nos conformamos com essa atitude por egoísmo, displicência, e até por vergonha de pagar um mico.

Afinal para que se dar o trabalho se não vamos ganhar nada com isso?

É aí que nos enganamos. A felicidade de outras pessoas é altamente contagiosa.

Contagie:

E se pudermos contribuir um pouco para isso, vai nos contagiar também.

Elogiar alguém vai nessa mesma direção.

Um simples tratamento carinhoso e respeitoso pode estabelecer uma comunicação mais leve, e se desdobrar em um sorriso, um agradecimento.

Cumprimentar com um olhar bom e com tom alegre vai despertar o espírito alegre em todas as pessoas que nos cercam.

Aja nesse sentido com as pessoas do seu convívio diário, e vai ajudar pessoas que sequer conhece e que sequer vai encontrar, tal é a capacidade de contágio da felicidade.

Nos ensina o Dr. Nicholas Christakis, professor da escola de medicina de Harvard, que podemos contagiar as pessoas que conhecemos em 15%, e ainda em 10% as pessoas que conhecem estas pessoas, e por incrível que pareça, em 6% as pessoas que conhecem as pessoas que conhecem as pessoas que conhecemos.

Contagiamos e somos contagiados, e isso mostra o efeito virtuoso da felicidade.

O ambiente familiar é um manancial de oportunidades para praticar.

O ambiente de trabalho, nem há o que falar. Oportunidades surgem a todos os momentos. Uma ajuda que prestamos, um conhecimento que passamos adiante, um elogio por um trabalho bem feito.

Demonstre apreço, fale o quanto gosta de estar com a outra pessoa. Diga o quanto a respeita.

Às vezes, apenas irradiar alegria e felicidade, pode ajudar outra pessoa.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta