Faça algo a respeito.

Vou repassar hoje algo que aprendi com Regina Brett, de quem já comentei há algum tempo.

Escreva uma lista de vinte coisas boas que aconteceram contigo.

Escreva logo em seguida uma lista de vinte coisas boas que você deseja que aconteça contigo.

Leia com cuidado a primeira lista.

Lista:

Em seguida, leia a segunda lista e escolha apenas um item dessa lista.

Agora, compenetrado nesse item, elabore algo que você possa fazer para que esse item se torne realidade.

Sair da estagnação, iniciar um movimento pode ser difícil. Temos muitos motivos para fazer algo, mas temos muitos motivos para não fazer, e o principal é a procrastinação.

O outro defeito grave é não acreditar na nossa capacidade de fazer coisas, de fazer acontecer.

Acreditamos também, e temos que parar com esse pensamento negativo, que coisas boas só acontecem com os outros.

Dica poderosa:

A receita de Regina Brett tem uma grande sacada, pois é uma maneira de burlar esse modo negativo de pensar sobre si mesmo.

Ao fazermos uma lista de coisas boas que aconteceram conosco, sem pensar na segunda parte do exercício, nos liberamos de pensar o que vem pela frente – apenas registramos as coisas do passado.

Se formos suficientemente honestos consigo mesmo, teremos uma boa lista de coisas boas do passado.

Agora, meio desligado dessa lista, projeto os meus desejos, anseios, e planos e faço a minha segunda lista.

Quando leio as duas listas na sequencia recomendada, recrio na minha mente a realidade generosa e abundante da minha vida.

Descubro que não fui esquecido pela sorte, e que a minha capacidade de fazer está inequivocamente confirmada.

Quando passo para a segunda lista com esse pensamento, consigo ler e atinar com mais realidade, positividade e otimismo sobre mim mesmo, sobre a minha vida e sobre o meu futuro.

Escolha então um item e faça algo a respeito.

Sei que você pode fazer algo a respeito, algo que mude a sua vida para melhor, hoje e agora.

Beco

1 Comentário

Joelson

about 5 anos ago

Que excelente post! Faz todo o sentido a proposta da Regina. Obrigado por compartilhar, meu amigo!

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta