Explore a abundância na sua vida.

A vida já é plena se você assim a encarar.

É uma benção estar vivo, e poder usufruir da abundância da vida.

Nas pequenas coisas – que na verdade são imensas:

-na umidade que condensa no ar, forma a chuva, corre pelos rios, e mata a nossa sede.

-nas minúsculas sementes que em poucas semanas se transformam em alimento vital.

-no sol que nasce todos os dias, sem a nossa interferência, enchendo de energia e alimentando todos os processos que permitem a vida nesse planeta.

Quando paramos para refletir, percebemos que não precisamos ganhar na mega-sena para ser feliz nessa vida abundante – de cada um.

Muita gente ainda acha que um montão de dinheiro pode resolver muitos dos problemas que nos incomodam.

Pensam alguns:

-não teria mais que esticar o dinheiro do mês, nem entrar no cheque especial.

-não teria que pensar duas vezes para trocar de carro.

-aquela reforma do apartamento que ficou para trás, se transformaria na compra de uma casa nova.

Vários estudos demonstraram que as pessoas que ganharam uma bolada inesperada, passaram sim por um processo de readaptação dos padrões de consumo.

No entanto, o nível de felicidade não se alterou, e se apresentou um pico momentâneo, a felicidade voltou ao seu nível original.

Sabemos que a felicidade não está nas coisas materiais.

É preciso mudar a maneira como vemos, percebemos, aceitamos o mundo que nos cerca.

É um mundo abundante, onde se é possível ser feliz e viver plenamente com o que já possuímos?

Ou é um mundo onde falta muita coisa para mim porque está sobrando muito para algumas pessoas?

A natureza da abundância está na maneira que vemos, na direção que olhamos e a disposição para sentir e perceber.

Faça um inventário de tudo que você já conseguiu. Não se esqueça das lições aprendidas, das amizades conquistadas, dos momentos fantásticos vividos. Você dará conta da abundância que é a sua vida. Tantos motivos para se sentir feliz agora.

Admire o lugar fantástico onde você mora, a família calorosa da qual você é parte.

Lembre-se dos professores atenciosos que teve na sua vida, das amizades de infância, das viagens de férias com os pais, dos presentes, dos doces, das festas.

Reconheça o quanto você já ganhou, o quanto lhe foi agraciado, e o quanto você realmente já possui.

Beco

1 Comentário

Eli Lima

about 7 anos ago

"...Cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz..." Fique bem.

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta