Evite a solidão.

Podemos estar sós e não nos sentirmos sós, abandonados, desprotegidos, esquecidos.

Há uma grande diferença entre solitude e solidão, embora se veja comumente utilizadas da mesma forma.

A solidão é marcada pela sensação negativa de algo está faltando, a sensação de isolamento mesmo na presença de outras pessoas.

A solitude, por outro lado, é um estado desejável, principalmente no frenético mundo atual, quando a pessoa quer estar só, sem se sentir só ou abandonada.

Na solitude, a pessoa está com ela mesma, e é um momento para reflexão, uma procura interna pelo crescimento pessoal, o contato profundo com a natureza e com si mesmo.

Enquanto a solitude traz uma sensação de completeza, a solidão traz o vazio.

Na solidão, a pessoa não encontrou a ela mesma.

Temos que aprender a lidar com a solidão e exercitar os mecanismos para evitá-la.

Mary Jakzsch do blog Goodlifezen passa as seguintes recomendações:

1-Pratique a gentileza- faça isso todos os dias e vai gostar mais de estar com as pessoas.

2-Faça trabalho voluntário, se junte a algum grupo.

3-Faça algo produtivo, não fique parado.

4-Se divirta, se junte a um grupo de dança, faça artesanato.

5-Comece um hobby, se junte a um grupo de atividade.

6-Pegue o telefone, escreva, mande um email.

7-Se exercite, se junte a um grupo de exercício.

8-Saia para caminhadas diárias.

9-Se junte a um grupo de discussão.

10-Encontre amigos mesmo que pela internet.

Infelizmente o ritmo frenético da vida moderna não contribui para a interação humana – os núcleos familiares são pequenos, há o choque de gerações, os casais levam vidas paralelas.

Esses ingredientes podem conduzir a um ciclo vicioso do isolamento, a ruminação dos problemas, conflitos nos relacionamentos e eventualmente a aquisição de hábitos nocivos à saúde, a gula, dependência química de álcool e drogas.

A solidão é a alienação da vida.

Não se deixe afundar. Desperte para a vida.

Encontre mais vida na sua vida. Busque significado nas coisas que faz.

Beco

1 Comentário

Eli Lima

about 6 anos ago

Vejo isto que vc vê: A solidão é a ausência de si mesmo, a solitude é a presença de si. Mas vejo, também, que as duas são necessárias. Sentir a auência nos faz trabalhar a presença... é uma forma dialética que permite o auto conhecimento. Vejo, também, que não temos que seguir regras, podemos seguir orientações. Não gosto muito do termo: " temos que"... Evitar algo não traz crescimento. O que se delibera não amadurece os sentimentos. A solidão pode ser um caminho para amadurecer a solitude. O ócio é importante. Ter que estar sempre fazendo algo, é a cultura do "estar sempre ocupado", mesmo que não se esteja. Hoje é sábado, muitos de nós já estamos pensando em ocupar esse tempo para evitar a solidão...e a solitude perde seu lugar. As pessoas não precisam sempre estar fazendo alguma coisa ( o que nossa cultura impõe). Enfim, há um tempero em cada vida, em cada dia, em cada momento. É isto, ou não. Obrigada pela contribuição. Fique bem.

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta