Esteja feliz com o que tem

Esteja feliz com o que tem

Procure ser feliz com o que tem.  Aproveite a vida plenamente, contente e satisfeito com tudo que tem. Não deixe que a ansiedade por aquilo que ainda não tem estrague o prazer saborear agora mesmo aquilo que já tem.

Uma das coisas que nos faz infelizes é o permanente descontentamento e insatisfação com tudo que temos.

Sei que sempre podemos pedir e desejar mais, e as coisas poderiam ser um pouco melhor. Isso não deve nos impedir de ser feliz, aceitando a vida e usufruindo cada pedaço, com alegria e gratidão.

Complete a vida:

A vida é incompleta, e estamos aí para melhorar, completar, mas enquanto isso, durante o trajeto, temos que aproveitar a paisagem. Se ficarmos obcecados pela chegada não vamos apreciar a beleza do caminho.

Experimente por um momento a sensação de completeza, como se a vida fosse o bastante, e sinta a leveza e a satisfação com tudo que aí está.

Não precisamos nos acomodar, alias é bem o contrário. Quem está satisfeito aproveita a vida, e quem está insatisfeito, fica inconformado e perde o momento, a situação, o movimento da vida.

Estar satisfeito com a vida é se sentir vivo, como se tudo isso fizesse parte de você. Quando estamos infelizes com a vida, é como se a vida não fosse aquela, e como se tudo estivesse faltando. Nos comportamos como mortos vivos.

Repasse na sua memória tudo que tem, tudo que viveu, experimentou e foi agraciado.

Satisfeito e feliz:

Veja se a vida não é um presente e você deveria estar agradecido por tudo que já viveu.

Dizem os cientistas sociais que deveríamos nos sentir mais satisficientes (sei que a palavra não existe, e em inglês se referem a satisficiers), satisfeitos com tudo que temos, como já fosse o suficiente.

Eu quero muito mais na vida, me esforço e faço por merecer tudo que tenho recebido, mas a vida tem me surpreendido positivamente.

Os milagres que tenho presenciado no meu caminho, nem a minha imaginação ousaria alcançar.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta