Esperando pelo dia que nunca chega.

Sempre estamos esperando alguma coisa acontecer, mas isso não pode nos impedir de seguir a vida adiante.

E parece com aquela coisa de criança esperando pelo dia de sair de férias e ir para a praia – parece que o dia que nunca chega.

Há pessoas que estão sempre esperando por algo que pode não vir nessa vida, e podem com isso abandonar os projetos e deixar de seguir adiante, realizando, prosperando e crescendo.

Não espere muito tempo – faça uma avaliação honesta.

Faça:

Tome uma atitude, faça o que tem que ser feito, não fique imobilizado.

Não espere o inesperável.

Seja realista com as suas coisas. A vida se realiza no dia-a-dia e nos eventos comuns, e não na mega-sena, no casamento com o príncipe ou no retorno dos que abandonaram o barco.

A vida é um bocado mais fácil quando encaramos com realismo e praticidade.

Esperar a chuva para germinar as sementes. Esperar o final da obra para efetuar a mudança. Esperar o fim do ano para realizar aquela promoção. Esperar o casamento já programado ou mesmo o filho que vai nascer.

O comportamento de espera pelo improvável esconde a pouca aceitação da vida tal qual ela é.

Quando esperamos pelo impossível, ou quase impossível, deixamos de colocar atenção ao mais provável, possível e realizável.

A vida fica estagnada.

Os projetos ficam na gaveta.

No final, a vida perde o sentido.

Junto com isso vem ainda o fatalismo – o que é para ser vai ser.

A resignação total e o imobilismo também fazem parte dessa salada.

A aceitação, deixando as coisas passarem, deixar ir, é bastante dificultada pela espera de algo impossível.

Dê a tarefa como acabada e parta para outra.

Abandone a espera pelo improvável e siga adiante.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta