Esforço para se livrar dos defeitos.

Já consegui me livrar de alguns defeitos, mas ainda me incomodo com alguns comportamentos que me esforço para modificar.

O esforço desmesurado e concentrado para se livrar dos nossos defeitos pode ser pouco produtivo.

Esteja pronto para que os defeitos sejam removidos, e eles assim serão, em cada situação do seu cotidiano.

Traga para a mesa as suas virtudes e deixe que seus pontos positivos nublem os aspectos negativos.

Faça com que cada aspecto positivo tenha uma predominância no seu comportamento, e os resultados serão sempre animadores.

Perceber e reconhecer os seus próprios defeitos é uma etapa importante do nosso crescimento pessoal.

Quando nos incomodamos com o nosso próprio comportamento, devemos procurar com serenidade os defeitos que ele esconde, que pode ser a inveja, a ganância, a preguiça e tantos outros.

Defeitos:

Quando buscamos os nossos defeitos, não temos a intenção de criticar, se culpar ou mesmo nos punir. Podemos nos livrar deles, passando pelas várias etapas, o reconhecimento, a abertura para mudar e efetivamente buscando artifícios e mecanismos que assegurem, um dia de cada vez, que eles já se distanciaram da sua realidade cotidiana.

Os defeitos, que podem incluir o rancor e a agressividade, ora podem fazer um escudo, e temos a impressão que estão nos protegendo, quando na verdade estão nos limitando.

Assim como os defeitos de um equipamento que não permite que ele opere adequadamente, os defeitos pessoais também representam limitações. Eles nos limitam que sejamos uma pessoa completa, que vivamos uma vida plena e feliz.

Não devemos ficar neuróticos a esse respeito, como se fossemos uma pessoa defeituosa. Coloque atenção honesta em si mesmo, e assuma a intenção de se tornar uma pessoa melhor a cada dia, nos coloca no rumo certo.

A partir daí, é dar os passos, um de cada vez.                                                                R.S. Beco

1 Comentário

lilas666

about 4 anos ago

Republicou isso em Cosmopolitan Girl.

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta