Entender é um caminho para aceitar

Às vezes é difícil aceitar as coisas como são.

Devemos acreditar que só o fato de entender já é um meio caminho para a aceitação.

Nós percebemos a realidade das situações com todos os nossos sentidos, e mesmo assim pode ser insuficiente para entender, e o que não entendemos e não aceitamos.

O que não entendemos, fica à mercê da nossa imaginação, do nosso julgamento e preconceitos.

Precisamos estar compenetrados nos acontecimentos para entender.

Precisamos de serenidade e compaixão para entender.

Precisamos de empatia para entender.

Pode parecer complicado, mas com exercício e dedicação podemos evoluir nisso também.

Os sentidos lêem as situações do ponto de vista interno e lê também o nosso eu interior e faz aí uma consistência. As coisas têm que fazer sentido para nós.

Quando temos muita coisa não resolvida no nosso interior, isso se transforma num ruído enorme para a leitura das situações, e dificulta o nosso entendimento.

Temos que trabalhar intensamente e permanentemente o nosso eu interior.

O nosso eu é a nossa vida e a consciência de estar vivo.

Entender quem somos e aceitar quem somos é fundamental.

Nas palavras do grande cientista do comportamento, Carl R. Rogers, a aceitação não tem grande significado, a não ser que ela envolva o entendimento.

Quando fazemos um esforço para entender, estamos consistindo tudo que se passa com o nosso ser interior, e especialmente exercitando a empatia e a compaixão, e com isso podemos lograr êxito nessa tarefa.

Podemos achar que o entendimento é um fenômeno intelectual, mas é mais amplo que isso. Entender vem lá de dentro, do coração, dos sentimentos.

Às vezes presenciamos um comportamento que nos contraria, e rapidamente julgamos como inapropriado, mas logo adiante tomamos conhecimento de outro fato que muda o nosso julgamento, passamos a entender melhor a pessoa, exercitamos a compaixão, e estamos a um passo da aceitação.

Mesmo quando ficamos magoados com o comportamento de outra pessoa, não quer dizer que não podemos entender e aceitar.

Mesmo não concordando com a outra pessoa, podemos entendê-la e aceitá-la tal qual ela é.

É um ato de grandeza.

Mostra o quanto estamos evoluindo no nosso crescimento pessoal.

Beco

1 Comentário

Mafalda Melo Ferreira

about 6 anos ago

Adoro o seu blog ;o) Escreve com tanta honestidade sobre os "defeitos" que nos assolam todos os dias, fala com tanta clareza das dúvidas que a todos ocorrem que não há uma vez que leia e não me sinta mais serena...e com a certeza que ser feliz está na minha mão. Obrigada por partilhar a sua sabedoria e pensamentos ;o)

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta