Entenda o mundo que te cerca.

Perceba as pessoas, entenda o seu ponto de vista, seus gostos e desejos.

Entenda como as coisas influenciam sua vida e como você interfere na vida dos outros.

Estamos interconectados com coisas e pessoas, e como define o monge Thich Nhat Hanh. O verbo correto a se conjugar não é ser, mas sim interser, que significa ser junto com tudo que te cerca.

Procure estar em harmonia, entenda as forças que agem na sua vida. Lide bem com elas, aceitando o que está fora do seu controle, e assumindo a responsabilidade do que te cabe fazer, agir, mudar e decidir.

Sem preconceitos:

Desça do conforto das suas convicções e entenda o que o outro está dizendo, experimente com a mente aberta, sem preconceito, sem julgamentos precipitados.

O homem tem uma ansiedade em encontrar significado em tudo que lhe acontece, sejam coisas boas ou ruins. E o significado que se dá, diz muito como a pessoa caminha na jornada da vida, pessimista ou otimista, rancoroso ou misericordioso, e isso interfere na felicidade e na própria saúde.

Procure olhar a vida com bons olhos, dando um significado maior, positivo. Busque uma explicação que te permita crescer, se tornar uma pessoa melhor, e fazer desse lugar, um lugar melhor para todos.

As lentes com que olhamos o mundo podem facilmente se embaçar, deixando passar imagens bizarras, distorcidas. Não é esse o mundo que queremos enxergar. E essas lentes são contaminadas pelo preconceito, ressentimento, culpa, inveja e outros tantos sentimentos tóxicos. Temos que aprender a limpar as nossas lentes com frequência. Assim o mundo vai nos parecer mais abundante, mais justo e menos ameaçador.

Quero um mundo melhor para mim e para todos, mas sei que preciso entender o que me cerca com mais realidade. Devo me livrar dos julgamentos ligeiros e equivocados.

As pessoas são o que são, e não devo querer que sejam conforme o padrão que desenhei para elas.

O mundo é como é, e tenho que aceitar aquilo que não posso mudar, para assim estar pronto para esbarrar na felicidade logo ali adiante.

Sei que preciso ir com calma, sereno e atento, ou não vou compreender o mundo em que estou vivendo.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked