Eles roubaram a minha felicidade.

Quem roubou a minha felicidade?

Onde está a minha felicidade?

Como é que isso foi acontecer?

Ela está nas mãos dos outros?

Coloque a sua felicidade onde ninguém possa roubá-la. Ela é a coisa mais preciosa.

Se a felicidade é a coisa mais preciosa na minha vida, como é que deixei que os outros a roubassem.

É um pensamento errado, mas recorremos a ele com freqüência.

Deixo a felicidade totalmente desprotegida quando estou entretido na inveja, na ganância e correndo alucinado na esteira hedônica.

Deixo a felicidade ser depredada quando deixo a raiva e o ressentimento dominar as minhas ações e os meus pensamentos.

Ajo com rancor e vingança é o que vou receber em troca – vem na mesma moeda.

Na verdade, ninguém roubou a minha felicidade.

Eu a deixei ir embora, porque não dei importância.

Eu a deixei morrer, assim como uma plantinha. Deixei de regar, não cuidei com dedicação.

Ao atribuir a culpa da minha infelicidade aos outros, dou sinais claros que deixei a felicidade aos cuidados de outros.

Isso é errado.

Devemos assumir a nossa responsabilidade pela nossa felicidade. Do mesmo modo, devemos assumir a responsabilidade sobre a nossa vida.

Quando vinculamos a nossa felicidade a comportamentos e ações de outras pessoas, abdicamos da nossa responsabilidade.

Quando condicionamos a nossa felicidade a acontecimentos externos, deixamos a nossa felicidade ao azar, ao acaso.

O que te faz feliz? O que vai te fazer feliz?

Reflita profundamente sobre isso.

Assuma as coisas que estão ao seu alcance.

Beco

1 Comentário

Eli Lima

about 6 anos ago

Aprendi a diferenciar a felicidade real da imaginária, assim tenho visto o que é possível vivenciar, o que pode ser atingido. É um exercício diário, sem dificuldades. Faço a maioria das coisas por vontade, é um privilégio. O que não me traz prazer ou me onera, descarto. Posso até retomar depois, mas primeiro tenho que digerir. Não sei, acho que sou responsável pelas minhas atitudes e isso inclui não dar muito espaço a quem não quero conviver. Sem que se sinta elas podem não me mudar, mas influenciar. Estou feliz agora, neste momento. É uma felicidade real, é o que importa. É isto. Obrigada pela contribuição. Fique bem.

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta