Egoísmo e amor próprio.

Amor próprio não é egoísmo. Cuidar de si próprio é o que temos que fazer, primeiro de tudo.

As pessoas egoístas, também não gostam de si, e levam a vida guiadas pela ganância, materialismo, status e promoção.

No fundo, estão descuidando dos seus desejos mais profundos, enquanto cuidam de imitar os outros, ter mais que os outros, se comparando, criticando e julgando tudo que vê à sua volta.

O egoísmo fecha as pessoas dentro de um círculo muito pequeno e insignificante.

Amor próprio:

O amor próprio, ensina as pessoas a valorizarem o que realmente tem sentido nas nossas vidas.

Quando olhamos para nós mesmos com gentileza, amor e carinho, inevitavelmente fazemos o mesmo com as outras pessoas.

Quem dá amor, recebe amor. Temos exemplos de sobra para acreditar nisso.

Não devemos, em nenhum momento, ter o receio de amar a si próprio, pensando estar confundindo com egoísmo.

O egoísmo exclui as outras pessoas, mas o amor inclui a todos.

Procure a pessoa que pode muito bem estar escondida debaixo do ímpeto de agradar aos outros, seguir a vontade dos outros.

As pazes consigo mesmo:

Faça as pazes consigo mesmo, e pare de brigar com as coisas que realmente dão significado à sua vida.

Procure na profundidade dos seus desejos, os projetos esquecidos e os sonhos.

Quem se enche de amor, está em melhor condição de cuidar também dos outros, se dar, ser generoso.

Se pergunte quem você é, identifique, defina, e ame essa pessoa que você descobriu.

Não perca nenhum segundo sem aprender um pouco mais sobre si mesmo, e goste de cada aspecto.

Desenvolva uma determinação para se ajudar, incondicionalmente.

Se ajude a ser uma pessoa melhor a cada dia, e vai ter mais razões para amar a si próprio.

Seja feliz consigo mesmo.                                                                            R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked