É preciso escolher.

Caminhamos numa estrada que pode parecer reta e sem bifurcações, mas há momentos que a encruzilhada é evidente, e a escolha é necessária.

Temos que ter com quem falar para decidir corretamente, e esse alguém é você mesmo.

Esteja preparada. Se você viveu a vida tomando conta da vida dos outros, mexericando e seguindo os ditames da moda, é possível que você nem tenha com quem conversar, pois se tornou uma pessoa vazia, se esqueceu de carregar os valores essenciais e se liberou de construir um indivíduo são, resiliente e compreensivo.

Lições aprendidas:

Mas se você aprendeu as lições que a vida te proporcionou e segue uma vida plena e cheia de significado, não há porque temer os momentos críticos de decisão. As escolhas estão aí para serem feitas, e você está preparada para isso.

Esteja sempre pronta para as encruzilhadas da vida. E estar pronta não quer dizer acumular dinheiro ou fazer um diário das suas forças e competências. É viver a vida plenamente, atenta para o crescimento pessoal, em todas as oportunidades.

Se você está pronta, sabe também que pode pedir ajuda quando for o caso, seja de amigos, familiares e profissionais.

Não se isole:

Não se isole, e tenha sempre a companhia do Deus da sua crença, para iluminar as suas decisões.

Ficar paralisado com medo dos desdobramentos de suas escolhas não é razoável e demonstra imaturidade de despreparo.

Se isso acontecer contigo, comece pouco a pouco a assumir o controle de sua vida.

Assuma suas responsabilidades, e o trabalho mais importante que é cuidar da própria vida.

Por vezes, nos vemos cuidando tanto dos outros que nos esquecemos de nós mesmos.

Isso pode ser por zelo excessivo, deixando de lado a sua própria vida para tomar conta dos outros, ou mesmo por desleixo, se metendo nas futilidades alheias, não sobrando tempo para as suas coisas mais importantes.

A vida é repleta de escolhas e decisões, e precisamos encará-las com consciência e seriedade.

A vida é uma só, e costuma ser curta – não desperdice. R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta