É hora de se achar feliz.

Se você se achar feliz agora, vai começar a ser feliz.

É um exercício que aprendi com Gretchen Rubin e exercito sempre que me lembro.

Há alguma razão para você ser feliz agora?

Pense honestamente nessa pergunta.

Razões para se sentir feliz:

À medida que a sua lembrança e o bom senso começam a atuar, você passa a encontrar uma enormidade de razões para se sentir feliz.

Junte um punhado delas, reflita honestamente, e seja feliz nesse momento.

A felicidade é, em grande escala, um estado mental.

É claro que o ambiente em que você está neste exato momento, e as realizações que você traz na sua mochila faz muita diferença.

No entanto, sabemos que algumas pessoas conseguem ser infeliz mesmo com tudo em ordem, com tudo conspirando a favor.

Vale à pena experimentar um novo modo mental, o modo da felicidade.

Não é bruxaria nem passe de mágica. Simplesmente um exercício que vai te trazer mais desenvoltura positiva na direção da felicidade.

O músculo da felicidade:

É isso aí, é como desenvolver um músculo, o músculo da felicidade.

Exercitar a satisficiência. Sei que a palavra não existe no dicionário, mas é a capacidade de se satisfazer.

Apostam o estudo que os indivíduos que conseguem se satisfazer e aceitar a realidade são mais felizes.

Isso não quer dizer acomodação, estagnação ou mesmo resignação.

Muitas pessoas são felizes, se satisfazem com suas realizações, sem qualquer acomodação.

Muito pelo contrário, a felicidade é também uma condição emocional positivamente relacionada com empenho, dedicação, trabalho, sucesso e progresso.

Se ache, e seja feliz.

Beco

frase do dezembro

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta